.Toda Maria

Eu sou Toda

08:18


Maria-palheta. Maria-chuteira. Maria "mimimi" (ou Maria "me, me, me"?). Maria chorona. Maria-Gasolina. Maria-Celebridade. Maria-Panela. Maria-Tiozinho. Maria-Garotinho. Maria-Estetoscópio. Maria-Trena. Maria-Gravata. Maria-Batalhão. Maria-Sapatão. Maria-vai-com-as-outras. Uma Maria-Qualquer.

Maria José. Maria das Doces. Maria de Fátima. Maria Lúcia. Maria Helena. Maria de Lourdes. Maria Beatriz. (Ana) Maria. Maria Ines. Maria Berenice. Maria Aparecida. (Maria) Elisa. Maria Clara. Maria Vitória. Maria Cecília. (Maria) Eloá. Maria Cláudia. Mércia (Maria).

Maria, a santa.
Maria, a Madalena.

Nós somos o produto.

Somos o que vende, somos os rótulos. Somos desenhadas para seguir um padrão que nunca (jamais!) será perfeito o suficiente. Somos mutiladas, caladas, silenciadas. Somos as culpadas pela violência que nos dedicam. Boa parte de todo conteúdo produzido e destinado a nós tem por objetivo nos mostrar como somos vazias. Imperfeitas. Insuficientes. Não-amadas. Não-bonitas. Nada úteis.

Somos descritas como interesseiras, como mais-do-mesmo. Como gente sem personalidade, sem pensamento e sem atitudes. Nossos protestos servem apenas para "atrapalhar o trânsito". Nossas discussões se tornam vitimismo exarcebado: "e a louça na pia, com'é que fica?".

Para todos os outros, somos "aquelazinha que só quer chamar atenção". 

Enquanto isso, no (nosso) mundo ideal, somos tão incríveis que estereótipos surgem incessantemente para nos manter atadas, porque não querem admitir que o nosso "universo feminino" seja o universo todo.

Nós somos tudo o que pudermos ser.
E tudo o que quisermos ser.

2 comentários

  1. Que lindeza de editorial! Viva Toda Maria! \o/

    ResponderExcluir
  2. Resposta que uma amiga deu quando chamaram ela de Maria-gasolina:
    Maria-o-que-eu-quiser-porque-quem-paga-minhas-contas-sou-eu-então-vai-se-lascar.

    ResponderExcluir

Puxe a cadeira e sirva-se de um chá.