.Resenha

Fangirl e a arte de escrever

22:20



Fangirl é um livro escrito pela Rainbow Rowell. Nele, ela conta a história de Cather e Wren, irmãs gêmeas super unidas que entram na faculdade e começam a mudar suas vidas.

Cather (ou Cath) é autora de uma fanfic inspirada na série de livros Simon Snow, que recebe milhares de acessos por dia. Ela também é mais introvertida e reclusa, ao contrário de sua irmã, que muda completamente ao entrar na universidade. Não só em relação à aparência, mas também ao comportamento: ela passa a frequentar festas o tempo todo, beber muito e sair com alguns garotos.

Cath passa a se sentir extremamente sozinha, podendo contar apenas com um colega da faculdade, Nick, com a colega de quarto, Raegan (que se transforma em uma amiga um tanto peculiar) e com Levi, que na cabeça dela, é um dos namorados de Raegan.



Enquanto isso, ela tenta equilibrar a vida na faculdade e as aulas de escrita com a preocupação com o pai (que tem algumas crises nervosas) e com a produção de sua fanfic, Vá em Frente, Simon. Ela precisa terminar sua história antes de a autora lançar o último livro da série e assim, acaba colocando-a acima de sua vida, relacionamentos e até mesmo da universidade - mesmo que tenha uma bolsa para manter.

Só pra variar, Fangirl me foi indicado pela Alê e eu fiquei completamente envolvida com a história. Já sabia que gostava da autora desde que Adônis me deu Anexos, então não foi surpresa ler mais da metade do livro em um dia só.

Todos os personagens são bem trabalhados, do meu ponto de vista. É possível desenvolver sentimentos conflitantes sobre todos, mesmo sabendo que no final das contas eu os amo, haha. Meu maior caso de amor e ódio, no entanto, foi com a Cath: me vi tanto nessa menina, nos gostos, na insegurança, nos medos, na dependência que até me irritei. Várias vezes. Em várias coisas. Meu primeiro comentário sobre o livro no twitter foi sobre como ela era irritante.

Não é engraçado como a gente se incomoda tanto assim quando notamos nossos defeitos nos outros/em personagens? Eu acho. Enfim.

O livro é todo bom: o enredo, os personagens, as reflexões que ele causa - especialmente para quem escreve. Ele estimulou minha criatividade de certa forma que já quero relê-lo.

Recomendo para todo mundo que sabe bem como é essa vida de viver pela escrita (ou quase isso), pra todo mundo que quiser se inspirar, que precisar de algo leve pra ler, que quer ler algo que provoque sorrisos ou que precise de um novo amor platônico (hahaha).




Obs: agora eu tenho snapchat {fran.ciellencs} e newsletter! Sigam lá!

4 comentários

  1. Gente, a Rainbow Rowell é uma maravilhosa! Fangirl é o meu livro favorito dela e eu também me identifiquei demais com a Cath, embora comigo tenha sido so amor! Ela realmente sabe descrever os personagens e os sentimentos deles <3 ja estou ansiosa pra ler Carry On!

    ResponderExcluir
  2. Rainbow Rowell é uma ótima escritora e não tem um livro dela que eu não tenha gostado de ler! Diferente da maioria que ama Eleanor & Park, meu favorito dela é exatamente o Fangirl e, claro, por conta de tanta identificação. Não necessariamente com a personalidade dos personagens, mas sobre gostar tanto de uma coisa ao ponto de escrever sobre. HAHA, e acho um sarro que Simon Snow seja basicamente o Harry Potter daquele universo, me levou de volta pra minha adolescência viciada num segundo! =**

    ResponderExcluir
  3. Adoro a escrita da Rainbow Rowell, ainda não lí Fangirl mas está na lista! :3
    Não conhecia o seu blog, gostei bastante <3

    Gaby
    http://misslennox.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Acabei não avançando em Eleanor & Park, mas as histórias dela parecem divertidas mesmo. Que bom que te serviu de inspiração! ^^ E essa questão de você sentir raiva ao se identificar no outro, ao se ~projetar~, acho que faz todo sentido - os psicólogos que o digam

    ResponderExcluir

Puxe a cadeira e sirva-se de um chá.