.Querido Diário

Mas o seu namorado deixa?

22:23

(daqui)
Às vezes, quando digo que farei qualquer coisa que não inclui a presença do meu namorado, qualquer coisa que foi ideia minha ou é algo que eu quero fazer sozinha preciso lidar com a maravilhosa pergunta:

- Mas seu namorado deixa?

Geralmente usada para:

Sair só com as minhas amigas.
Sair com algum amigo.
Sair sozinha.
Sair a noite.
Ir ao bar.
Tomar um drinque no tal bar.
Comer besteiras.
Ser gorda.
Viajar.
Fazer mochilão.
Fazer mochilão e usar couchsurfing.
Fazer intercâmbio por seis meses.
Fazer intercâmbio por um ano.
Fazer intercâmbio por dois anos.
Usar roupa decotada.
Usar batom vermelho.
Usar roupa masculina.
Eventualmente não depilar (onde quer que seja).

E aí, meus queridos, eu gostaria de saber: pra ele não me deixar fazer algo, quantas alternativas ele tem? Costurar minha boca? Me acorrentar em casa (pior ainda por nem morarmos juntos)? Instalar um nanochip na minha nuca e me controlar virtualmente? Roubar meu dinheiro, o cartão do banco e minhas senhas todas?

Eu acho que não.

Não há uma única dessas coisas que eu faça e prejudique nosso relacionamento, logo, por que eu deixaria de fazer? E se nada disso prejudica nosso relacionamento, não haveria um motivo lógico para que ele me impedisse de fazer.

Vamos deixar as questões polêmicas como meu corpo minhas regras de lado. Sempre que eu digo que sairei com algum amigo, amigas ou do quanto eu quero passar um tempo fora do país preciso lidar com essa pergunta um tanto corta-tesão.

Uma vez meu namorado disse que desde que nos conhecemos, passar um tempo fora do país é a única ideia minha que não mudou (haha). Logo, não existe razão para que ele não "me deixe" ir. É até absurdo considerar que preciso da autorização dele quando sou maior de idade, vacinada e pago minhas contas e ele não é meu pai ou mãe, mas a ideia revolucionária de que eu, por ser a namorada de alguém, preciso de permissão, é sempre mantida.

Se eu vou sair com amigas sozinha, então. É pra aprontar. Falar mal. Tô deixando de lado.

Se vou sair com amigo, então... Melhor ficar de olho. Ih, aceitou carona? Perdeu cara, já era.

Eu nem sei se o que me deixa mais indignada é o fato de ouvir isso até de meninas mais novas (!!!) ou de simplesmente ouvir isso. 

MORES:  COMO ASSIM?

Eu nem consigo desenvolver um raciocínio lógico para esse texto porque não tem. Uma coisa é você avisar onde vai, uma coisa é pedir palpite (faço au pair ou faço mochilão?). Outra coisa é pedir permissão. É achar que você tem essa dependência de alguém. Que tem que cumprir o que alguém determina. Que tem que (argh!) obedecer o que x bonitinhx quer.

Coisas que definitivamente não podem acontecer quando você está comprometido:

01. Quebrar qualquer acordo que existe sobre o relacionamento de vocês.

A coisa maravilhosa de se ter um(a) namorado(a) é viver de acordo com aquilo que vocês acreditam. É ter quem apoie os sonhos, quem ajude a iluminar as ideias e quem ajude a encarar os medos (vai logo, vai assim mesmo, vai de qualquer jeito). É ter alguém com quem você possa ser essencialmente você. Que te conheça e que te incentive a se permitir.

Já existe coisas ruins o suficiente para nos sabotar, limitar, podar... Não dá pra dormir com quem só quer brincar de marionete.


---

Dica de leitura:
+ Casal Siamês

2 comentários

  1. Miga, arrasou u.u Nunca entendi esse negócio tb, de ter que pedir permissão namorado/marido. Homi já acha que é nosso dono, se a gente achar também pra onde vai nossa liberdade?

    ResponderExcluir
  2. "Se fosse mulher/ namorado minha/ meu, eu não deixava."
    Quantas vezes solto essa piadinha? Inúmeras. Mas soa tão possessivo e sei que se fosse comigo seria tão irritante que é melhor parar né...
    Assino embaixo, Fran!

    ResponderExcluir

Puxe a cadeira e sirva-se de um chá.