cotidianices

Ao dia em que você voltou

22:26

A gente não precisa dizer sempre, mas também não deixa de dizer. Eu sei que sou a pessoa que demanda atenção e que ainda tem aquele nível de ciúme enrustido, mas isso não é nada que você não faça passar. A gente faz planos juntos e tá no futuro do outro e poucas coisas são tão naturais quanto isso. Você me deixa esbravejar às vezes e me chama a atenção por comer bobeira demais. Poucas coisas são tão boas quanto ver você sorrir. Deitar no teu ombro e segurar sua mão me dá a certeza, dia após dia, de que é exatamente isso e quem eu quero pra passar o resto da vida. A gente se conhece há tanto tempo e tudo parece tão certo agora. Eu sei que você está sempre do lado de tudo que me trouxer satisfação. Eu sei que você é a pessoa que vai me incentivar em qualquer momento e brigar comigo quando eu duvidar de mim. Você é aquele cara ótimo com um monte de coisa incrível dentro de si e não existe algum outro padrão que esteja acima de você. Você é aquele cara que, diferente de um monte que conheci, me ensina sobre autoestima e independência. E eu sei que você fica constrangido com declarações públicas, mas eu já fiz tantos textos de mal-amor que o amor que tenho agora merece um destaque especial. Nada mais justo. Inbox enormes, likes e milhares de fotos satisfariam meu ego, mas a certeza de que você está aqui e assim permanecerá satisfaz a vida todos os dias. Obrigada por aprender a cozinhar (cof) comigo, por lidar com minhas manias e cismas do momento e crises de identidade também. E por tentar trocar mensagens em inglês e espanhol comigo.
Isso poderia ser uma carta de oito meses, mas é só uma amostra do efeito do seu sorriso sobre mim. Piegas, mas a vida é assim.


2 comentários

  1. Piegas, porém muito válido. É maravilhoso quando determinadas pessoas nos fazem felizes, compartilham a vida conosco. Fico contente por você viver esse momento, moça.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. A vida é piegas mesmo e o que importa é que você está feliz, independente do que os outros achem. Fico muito feliz por você, Franzoca! E que essa tua felicidade dure muito e aumente a cada dia. <3

    ResponderExcluir

Puxe a cadeira e sirva-se de um chá.