.Querido Diário

Como superar os dias em que você não deveria ter saído da cama

18:32



Você, eu e provavelmente o mundo todo já passamos por esse dia. Um "bay hair day", uma unha quebrada, uma dor descomunal no estômago, atraso, ônibus lotado, congestionamento ou seja lá qual for o motivo: vai existir um dia (ou mais) que você vai pensar, em algum momento (ou em vários) que não deveria ter saído da cama.

Eu tive esses momentos em todos os dias dessa semana, em alguns dias da semana passada e em outros dias esporádicos. Tenho a impressão de que o dêsanimo dos dias-em-que-você-não-deveria-ter-saído-da-cama são bem mais intensos nas sextas-feiras... 

Hoje eu superei esse momento e ainda consegui terminar meus trabalhos 45 minutos antes do fim do expediente e é por isso que tô aqui, atualizando o blog em plena sexta-feira. Pratiquei comigo mesma uma terapia interna e intensiva para poder encerrar o dia sã e estoy aqui, compartilhando as dicas!

(weheartit)


01. Ouça música

Muita gente ouve música quando está estressado, triste ou o que quer que seja, mas aqui eu não falo de nenhuma música mais profunda ou qualificada para os momentos que você pode se trancar no quarto e esquecer do mundo - afinal de contas, se você estivesse esquecendo o mundo no quarto, não precisaria desse post. Falo daquelas músicas, digamos, bagaceiras. Eu passei a semana inteira morrendo de vontade de ouvir Kaoma (isso mesmo) e ficava cantarolando Chorando Se Foi o tempo todo. Tirando o fato que eu morro de vergonha de dançar, foi ótimo ficar batendo os pés e me mexendo discretamente na cadeira imaginando que eu estava dentro do clipe dançando lambada com um hombre muy caliente e NÃO PERA. O importante é ouvir uma música animada, que te deixe mais relaxado.

02. Se concentre em algo que gosta de fazer

Eu sei que nesse fim de semana a única coisa que quero é dormir. Se sobrar tempo (rs), vou ao cinema ou a um festival de música da cidade. Então me concentrei nisso e em como eu me sinto bem quando consigo ter mais de cinco horas de sono. Então me concentrei nisso. No próximo fim de semana vou para São Paulo ver umas amigas. Em junho, uma amiga de Maringá vem pra São Paulo. Lembrar de como me sinto bem quando estou me divertindo faz meu corpo desfrutar da mesma sensação de bem-estar (ao menos é o que dizem). Experimente.

03. Se desligue

Quando estamos nos dias-em-que-você-não-deveria-ter-saído-da-cama qualquer coisa é coisa. Se desligue de tudo e qualquer coisa que possa atenuar essa raiva, frustração ou desespero (lembre-se: don't pânico!). Você tem todo direito de sentir raiva até morrer de rir, então tente não dar atenção a comentários que contrariam isso. Afinal, não existe ninguém que está sempre satisfeito e exalando serenidade. Busque ter conversas produtivas (eu, no caso, sempre recorro a algumas pessoas que são tiro e queda, rs)

04. Trace um plano absurdo. Ou invente uma história absurda.

Dia desses comentei com uma colega de trabalho que tenho vontade de passar um dia todo em um lugar onde ninguém me conhece, dizendo que me chamo Valentina, que nasci em outro país e sou uma refugiada sonhando em ser musicista no Brasil. Ok, a história não era essa, mas eu me perdi pensando em quantas pessoas eu poderia ser nessa situação. Geralmente também me perco traçando métodos de dominar o mundo ou conquistar dias de folga: eu poderia ter sido abduzida, poderiam ter me recrutado pra cobrir uma guerra causada do nada. De vez em quando só fico vendo pela janela quem passa pela rua e criando histórias de vida para elas.

05. Adoce a vida

Na esquina da rua onde trabalho tem um boteco com as melhores trufas, cones e bolos. Nada mais a declarar.
Adendo: na porta da faculdade também tem.

06. Lembre-se sempre de onde seus afazeres diários te levarão.

Trabalhar engrandece (ou só paga suas contas) (ou só vai bancar aquela viagem que você gostaria de fazer). Estudar vai te dar um futuro melhor (ou ao menos, companhia para o bar). Etc etc. Isso depende do que você considera motivador.

Dica extra, sugestão da Lu: olhe para o céu e respire fundo, estando ele azul ou não. 

Se nada funcionar, lembre-se apenas que falta menos um dia para o fim de semana.

6 comentários

  1. Tive dois dias assim essa semana. Música sempre funciona pra mim e adorei o número 04 :D Dias melhores pra gente!

    ResponderExcluir
  2. Meu ritual ao final do dia é ouvir música! Sempre... ouço uns rocks, canto junto, dessestresso. Enquanto isso, procuro umas tosqueiras na net para rir bastante. (Mas não foi assim que vim parar aqui, tá? rsrsrs) Ah, cozinhar também é bom para isso..

    ResponderExcluir
  3. COMPANHIAS PARA O BAR ♥ e pro mexicano, e pro japonês, e até pra ninguém ir a aula hahahaha

    Ai que delicia esse post sis, eu tava num dia desses e você melhorou tudo como sempre, obrigada ♥

    ResponderExcluir
  4. Adorei as dicas!
    Precisamos mudar nosso olhar sobre as coisas!
    Uma hora vai passar, né?!

    ResponderExcluir
  5. Post incrível! ♥

    Tem dias mesmo que tudo parece ruim, aí o negócio é permitir-se mudar, sair, fugir de si mesmo! Adorei as dicas, tudo continua lindo por aqui ♥

    Beijo doce

    ResponderExcluir

Puxe a cadeira e sirva-se de um chá.