.Querido Diário

before there was sex, before there was the city

17:46


Eu vejo The Carrie Diaries. Embora da história original eu só conheça os filmes e não tenha acompanhado a série Sex and The City ou sequer lido os livros (meta pra 2013, juro!) comecei a pensar, há um tempo, que eu me sentia Carrie. 

Obviamente, a Carrie-eu e a Carrie Bradshaw só combinavam pelo fato de que a personagem trabalhava com a escrita e, de uma forma ou de outra, acabava ajudando pessoas com isso. Eu passei um tempo me sentindo assim, como se o que eu escrevesse aqui interferisse a vida de alguém de forma positiva, o mínimo que fosse.

Desde quarta-feira comecei a fazer parte da classe trabalhadora, de fato. Vamos desconsiderar o fato de que trabalhei 60 dias em uma papelaria no início da faculdade para contar que agora trabalho numa agência de comunicação. Eu trabalho na minha área de estudo e, bem... No meio de um desabafo com a Gabs, ela me solta o seguinte:

Gabriela Petrucci

entendi
fiquei te imaginando meio carrie
que vai trabalhar na cidade grande e conhece um george


Novamente e provavelmente mais do que antes, eu me sinto Carrie. Com uma diferença de três-ou-quatro anos da personagem para mim, eu me sinto como se estivesse entrando em um mundo completamente novo (e não estou?).

O mundo na área que eu queria, que me possibilita finalmente fazer com que todos aqueles planos que eu tinha engavetado por tanto tempo se materialize. Posso tirar a poeira deles e trazê-los para o meu mundo e me sentir ok por estar tão ansiosa e colocando uma boiada toda na frente da charrete porque não sou a única a fazer isso. 

É meio como se eu vivesse um episódio da própria série. Acordo, vou pro trabalho, vou pra faculdade e na volta fico refletindo sobre tudo naquele dia, até o sono bater.

(daqui)

Tudo bem, não posso prever o que vai ser daqui pra frente. Não posso dizer que daqui tanto tempo estarei fazendo X coisa ou em N lugar, mas isso não me impede de planejar e me permitiu voltar a acreditar em mim, a investir em mim. E toda essa coisa de um novo mundo, por mais bobo que possa parecer, por mais assustador e, ao mesmo tempo, animador que seja, voltou a me fazer sonhar.

A diferença é que não escrevo em diário (mas aceito um de aniversário, porque sim, que é dia três de abril, anotem) e o tal "George" ainda não se apresentou como tal... Mas, tudo bem. Ninguém conquista tudo logo no primeiro passo.



10 comentários

  1. Te desejo tudo de melhor nessa nova fase, mesmo!

    ResponderExcluir
  2. você merece um peteleco por, antes de tudo, deixar de acreditar em si mesma em algum ponto da sua vida, mas vá lá, temos o mesmo dom para problemas existencias então te perdôo. E eu ainda não vi essa série, mas me deixou com vontadinha. E caso ainda haja alguma dúvida, SIM você interfere muito positivamente na vida das pessoas com esse blog aqui viu?

    Já disse que morro de orgulho de você, então é ♥

    beijos sis

    ResponderExcluir
  3. O mais importante da vida de quem batalha por um espaço no mercado de trabalho é quando se estuda o suficiente para preencher a vaga tão esperada e sonhada. Daqui pra frente que seja a cada dia melhor... Beijos

    ResponderExcluir
  4. Parabéns amiga.
    Tanto tempo que não conversamos sobre a vida, sobre o que quer que seja (rs) que não estava sabendo dessa.
    Mas fiquei tãoooooooooooooooo feliz ao ler esse post!
    To muuuuuuuito fleiz por você, estou ogrulhosa mesmo sabe?
    Por que é muito bom vermos pessoas tão queridas e especiais dando alguns passos importantes na vida, e passos que ajudam a elas se enxergarem com o valor e potencial que tem como você disse: " me permitiu a voltar a acreditar em mim (...) voltou a me fazer sonhar".E pelo que percebi, não somente sonhar mas ter gás e FÉ para fazê-los tornarem realidade, para "tirá-los gaveta", não é isso?
    Não me canso de repetir "Parabéns" e, olha, aproveita a oportunidade de peito a parto e mente inquietante e dê o seu melhor.Que como você bem sabe "ninguém conquista tudo no primeiro passo", e o importante não é bem o resultado mas toda experiência que você puder obter dessa oportunidade.
    E que se inspire na Carrie e se indentifue com os caminhos dela, mas que mais do que isso construa seu própio caminho.
    Te amo!
    Beijos saudosos!
    :)

    ResponderExcluir
  5. Haaa... adorei demais o layout!! Lindo de morrer! :)
    Todo mundo fala bem demais dessa série! Eu nunca vi, mas vou tomar vergonha na cara e baixar logo! ^^

    É tão bom quando nos identificamos com algum personagem assim... mesmo que seja triste, é bom. :)

    ;*

    ResponderExcluir
  6. Queria muito assistir essa série, mas estou enrolada com Gilmore Girls faz uma década e só agora decidi encarar "de verdade" todas as temporadas.
    Acho essa atriz linda e a história de uma Carrie mais jovem me atrai mais do que ter de olhar para a cara da Sarah Jessica Parker. Vi o trailer da Carrie jovenzinha e sim - me apaixonei!
    E me parece um pouco do quanto buscamos o nosso lugar no mundo. Acho que você está no mesmo caminho.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  7. Eu estou passando pela mesma coisa, Fran! É incrível poder ver que toda a caminhada nos leva, finalmente, a um lugar, que não é qualquer um: é onde queremos estar. Boa sorte (para nós?) e, sim, The Carrie Diares é demais!

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  8. Eu adoro a Carrie Bradshaw. As duas, a adolescente e depois a mulher realizada. Eu assisto Sex and the city mas dei uma parada, quero concluir assim que tiver tempo. E tô acompanhando The Carrie Diaries e amando muito, também. Ela é interessante porque ao mesmo tempo que parece bastante madura, vez por outra mete os pés pelas mãos. Tão normal, tão vida. E adoro porque, como vi as duas, sempre uma me remete a algo da outra. E até agora me parece tudo tão fiel e contextualizado!!
    Fran, parabéns pelo emprego! Que você aprenda muito sendo Carrie na vida. ;)

    ResponderExcluir
  9. ainda nao vi a serie! mas tenho ouvido otimossssssss comentários!!!
    bjo
    http://opinandoemtudo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. bom, nunca assisti a essa serie, mas pelo o que todo mundo tem falado preciso assisti.
    fico feliz que você esteja trabalhando em algo que você goste, te desejo toda sorte e sucesso do mundo!
    bjs!

    ResponderExcluir

Puxe a cadeira e sirva-se de um chá.