Pitacos

Ode ao bom senso na Liberdade de Expressão.

21:45

Há um tempo tenho me sentido desanimada com a blogosFERA. Obviamente não falo dela toda, mas da parte que vai desde a postura que alguns blogs literários "famosos" estão tomando (tornando algo muito mais comercial, importando-se apenas com seguidores e em puxar saco de editoras) até blogs pessoais.

Marcha pela Liberdade - G1
Explico sobre os blogs literários: Blogs que eram para divulgar sua opinião sobre determinados livros estão quase que padronizados. Eu gostaria de garantir que dizer "faz tempo que não vejo uma resenha mostrando os pontos negativos de um livro ou dizendo que não gostou dele" é algo bom, mas não é. Simplesmente pelo fato de que todas as resenhas parecem seguir o mesmo padrão, os mesmos "elogios"... São blogs que eu adorava ler, mas passei a reagir diante deles da mesma forma que reajo em frente a uma revista teen com matérias clichês. Apesar disso, não é sobre ele que vim falar.

Uma amiga, que prefiro não dizer o nome para manter sua identidade em segurança (haha, sempre quis dizer isso) me contou o quanto está insatisfeita com algumas coisas, mas que não podia desabafar no próprio blog, porque simplesmente tinha medo de atrair gente sem noção que só quisesse discutir sem um pingo de lógica. Como já aconteceu.

Meu blog sempre foi pessoal (SIM, eu penso em colocar aqui, daqui um tempo, minha opinião sobre algum produto, livro ou CD que eu queira sugerir) e não me lembro de já ter tido problemas graves em postar minha opinião aqui, creio que não (nem no quesito virtual, nem no real). Claro, já houve quem discordasse de mim e que já recebi críticas (no sentido de “olha, acho que se você fizesse isso ficaria melhor...”), mas nada disso chegou a ser ofensivo de fato. Sinceramente, me considero uma pessoa de sorte, porque essa brincadeirinha de liberdade de expressão sem limites é o que mais tenho visto por aí.

Existe uma diferença muito grande entre dizer "Não gostei do texto X" e dizer "Seu texto é uma merda, seu blog é um lixo e você é uma pobre coitada". Existe uma diferença maior ainda entre não gostar, dizer e esperar melhoras e não gostar, xingar e voltar todo santo dia pra continuar xingando. No meu conceito, existe até uma diferença entre não gostar por um motivo convincente que o desagradou e não gostar por birra de alguém - ou por ter sentido as "dores" dos outros em briguinhas que não existiram.

Não importa o quanto eu preze a liberdade de expressão, especialmente como estudante de jornalismo, prezo ainda mais o respeito. Não importa o quanto você discorde de mim e o quanto queira debater sobre isso desde que em nenhum momento você seja mal educado ou falte com respeito comigo, assim como eu não faria. Não sou obrigada a concordar com o que você faz e pensa, mas ainda assim, tenho o direito de opinar e dever de respeitar.

Entenda também que tenho o direito de me expressar, especialmente se criei um blog, com a finalidade que for. Ele é meu. Sem essa de que postei alguma indireta pra alguém que sequer conheço, como vejo acontecendo. Sem essa de se jogar em qualquer carapuça, servindo ou não. Uma brincadeira generalizada pode ser apenas uma brincadeira generalizada, assim como um desabafo.

Parece muito, sei lá, ÓBVIO tudo isso, mas não é assim que as pessoas têm agido. A busca incessante por essa liberdade e vontade de se expressar está ultrapassando os limites que sequer precisavam ser lembrados. Sejam inteligentes, queiram crescer, mantenham a mente aberta e, se for criticar ou discordar, faça isso buscando compartilhar novas formas de pensar, novos pontos de vista. Procurem ser mais tolerantes, procurem refletir antes de saírem chutando canelas e destilando veneno contra os outros. Pense se você já não esteve do lado desse que está atacando. Tenho certeza que sim.

Quis, nesse texto, focar apenas no que diz respeito à blogosfera, algo que há 7 anos preenche minha vida de uma forma que, não importa o que digam, é especial. Não preciso citar o quanto pessoas intolerantes causaram estragos "por aí afora"... Então tentem tornar esse nosso espaço mais saudável. Argumentem com coerência, "ouçam", respeitem, criem debates saudáveis, estejam abertos para novas ideias, porque é pra isso que estamos aqui.

Cansa "viver" num ambiente que mais parece selva, que eu não posso ser sincera nem no espaço que me diz respeito. E eu gosto de acreditar que, embora todos nós tenhamos problemas, não é viver em guerra que queremos.

10 comentários

  1. Não poderia concordar mais. Não consigo pensar em nada pra acrescentar, porque vc disse tudo que está aqui na minha mente. É exatamente isso aí.

    Creio que o mundo vive uma crise de falta de educação (em todos os sentidos) e intolerância que lembra muito os tempos da Inquisição. As pessoas esquecem que discordar não é brigar e que pra dizer que não concorda não é preciso atacar pessoalmente.

    No mais, você escreve mil vezes melhor que muito blogueiro fake-celeb que vejo por aí.

    bjs!

    ResponderExcluir
  2. LInda a tua Ode siiiiiiiiiiiiis! *---*
    Super concordo com cada vírgula que tu colocou aí, ter opinião própria é uma coisa e ser um idiota preconceituoso outra completamente diferente. AMEI!
    Orgulhinho de ti <3

    beijo grande

    ResponderExcluir
  3. É... Entendo perfeitamente o seu desabafo! A coisa tá complicada mesmo!
    Há coisas que se não falamos, acabamos explodindo, mas é fundamental que se mantenha o respeito!

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito do seu post e concordo muito com ele. Poxa, o respeito anda passando longe da blogosfera. A minha iberdade não deve excluir o respeito pelo outro.

    (www.caixinhadeopinioes.zip.net)

    ResponderExcluir
  5. Eu já recebi críticas bem duras no meu blog. Acho desnecessário. Uma coisa é criticar, outra é a atacar a pessoa. Por sorte isso aconteceu poucas vezes e meio quem foi a pessoa. Acho lamentável, mas fazer o quê...

    ResponderExcluir
  6. Concordo com várias coisas.
    Como você disse no twitter, há alguns blogs literários que apelam para o estilo "mamãe, quero ser adotado pela aditora". Sem contar que alguns são muito ruins. Parece que fazem resenha pela orelha do livro. Não parece que leem. Eu gostaria de saber qual é o critério usado pelas editoras para escolher parcerias. Enfim...

    Sobre a liberdade de expressão. Ultimamente estou mais acreditando em liberdade de opinião. Sabe, é que as pessoas não podem mais dar sua opinião sem ser criticada. Não pode gostar disso, ou não gostar daquilo sem serem bombardeadas com certos sensos comuns. Pessoas assumem dores de outros. Fãs vão até últimas consequências por causa de ídolos que muitas vezes não adicionam em nada a nada.

    Sabe que eu procuro fazer como você. Respeitar, prezo sim pelo respeito. Porém não abdico do direito de ter minha opinião e expô-la. Penso que é assim que as coisas vão se formando e tomando um rumo legal: quando opiniões, mesmo que diferentes, mas mutuamente respeitadas, são, de certa forma, confrontadas. Assim é que os seres humanos vão crescer (e evoluir).

    Beijo!

    ResponderExcluir
  7. Parabéns pelo post, de muito bom gosto e sinceridade.
    Realmente o que mais vemos por aí são pessoas vestindo as carapuças alheias, mas acho que no caso de opinião, quem escreve um post sobre elas também deve tomar muito cuidado... deixei de acompanhar vários blogs que eu gostava pois seus posts pareciam metralhadoras ambulantes atirando pra tudo quanto era lado e vi que essas pessoas curtiam isso, ser o centro das atenções, ou como dizem, gostavam de "causar" (coincidência ou não, essas eram as primeiras a se sentirem ofendidas com posts alheios)...
    Bem, quanto aos blogs literários infelizmente as resenhas tem ficado mais a contento das editoras do que dos leitores, em muitos isso é tão nítido que chego a ter vergonha alheia... e sabe o que é pior? Quando escrevo um post criticando um livro que não gostei, recebo elogios pela sinceridade, ou seja, a coisa está tão feia que quando escrevo que gostei as pessoas duvidam, mas quando a gente critica aí sim passa a ter credibilidade por estar indo contra os interesses das editoras... infelizmente isso não vai mudar, não enquanto existir pessoas que fazem qualquer coisa por um livro...
    beijos,
    Dé...

    ResponderExcluir
  8. Concordo com você, muita gente dá opinião sem se atentar ao quão ofensivo pode ser o que estão dizendo. É sempre possível ser gentil no comentário, se expressar com educação e respeito, pena que nem todas as pessoas façam questão de o ser. :/

    p.s: Seu layout tá muito fofo >_<

    ResponderExcluir
  9. Concordo contigo.
    Respeito é muito bom e deveria ser difundido pela blogsfera. Mas como todo lugar que tem mais de uma pessoa, vira uma selva e um ringue de competições...

    Besos

    ResponderExcluir
  10. Isso aí Fran! Bota pra quebrar! Mostra pra eles quem é que manda! ;P
    Adorei tua ode. Concordo contigo em tudo e já fui vítima desses sem noção que acham que podem tudo mas, na realidade, não podem nada.

    Beijos.

    ResponderExcluir

Puxe a cadeira e sirva-se de um chá.