crônicas e contos

O primeiro mandamento.

17:10

"Isso não vai acontecer de novo, porque eu vou olhar pra isso e vou me lembrar de voltar atrás". Esse pensamento, remoer tais palavras era o que me acompanharia pelos festejos de Ano Novo. Se. Se eu não tivesse desistido a tempo. E eu sinto muito aos brasileiros-que-não-desistem-nunca: nesse caso, prefiro guardar o bordão da nacionalidade, uma vez que não é ela quem cuida dos pedaços de coração que caem pelo caminho. Ou é? Eu sinto muito, mas não vou me dar ao luxo de, mais uma vez, passar por cima de tudo aquilo - errado ou não - que acredito.
Talvez seja esse clima de festejos, de mudanças, que eu finalmente me encontrei. Senti tanta falta de mim que ninguém pode imaginar! E então eu tomei a decisão mais corajosa de todos esses verões: eu não vou fazer uma lista de resoluções. Não mesmo. Não vou dizer que quero, ano que vem, me livrar daquilo que me causou mal. Disso eu me livro agora, já, no momento em que eu me olhar no espelho e minha consciência me lembrar de tudo que mereço. "Você desejou tanto aos seus amigos, garota! Os fez escolher sempre o lado bom, o melhor, o amor próprio. Qual é a sua agora?", ela me pergunta. Eu sequer posso retrucar... Ela é assim, teimosa e resistente. Não vai me deixar em paz... E isso, na verdade, significa que ela não vai me deixar na mão. Então, enquanto ela me repete essas palavras, eu mentalmente digo que não vou cair mais nessas redes, não vou mais dar de peixe no raso. E então, é só recusar os convites, e não correr atrás (minha mãe diria que quem corre atrás nunca chega primeiro. E eu diria mais: que não preciso correr e que preciso de alguém ao meu lado. L-A-D-O). Nem sempre ser uma boa menina é a melhor opção.
"É mais fácil do que eu pensei", respondo. E a consciência ri da minha cara, daquele jeito meio irônico, meio doce, e diz que eu perdi um ano inteiro com algo que consegui em minutos. Ela me aplaude.
Então esse aplauso desperta meu ego. E nem sempre essa coisa de ego é ruim, devo deixar bem claro. Ele me abre os olhos. Joga na minha cara todas as qualidades que eu insisti - que insistimos, muitas vezes - em esconder debaixo do tapete. Uma história sem coerência alguma começa sair da boca dele, indo direto aos meus ouvidos: "Você merece coisa melhor, entende? Alguém que lhe apoie, como você sempre ouviu. Não é possível que eu tenha que dizer isso. Achei que você tivesse acordado dessa ilusão que só a fez perder tempo. Você merece alguém como o cara daquele teu livro preferido, como é mesmo o nome? Onde Terminam os Arco-Íris, esse mesmo. E, já que você é ligada nessa coisa de meditação e já deu um grande passo decidindo não fazer resolução de fim de ano alguma, medite por favor, e eu estou pedindo POR FAVOR, sobre o primeiro mandamento.
"Amar a Deus sobre todas as coisas?", eu pergunto. Ingênua, por sinal. O ego faz uma careta engraçada e eu dou risada. Há algumas coisas que te animam, às vezes.
"Não", ele explica. "Amar a si próprio acima de tudo. É como aquela dinâmica do espelho na caixinha, quando pedem pra você pensar em algo que ama demais, intensamente e incessantemente. Nunca imaginam a si próprio. Mas é quem aparece no espelho. É só isso. E se você aprender, se você se der conta, não vai precisar de listas, resoluções, simpatias ou amuletos. Vai precisar só de você.
Uma luz invade, então, minha janela.
Foi um sonho bonito, imagino. Sorrindo, com uma sensação estranha. Era como estar cheia de vazios. De espaços para serem ocupados com coisas boas. No fundo, e ao contrário de todas as outras vezes que esse peso do vazio me tomou, essa me traz paz. Por algum motivo, tudo que me disseram em todo esse tempo flui, como se eu houvesse praticado o tempo todo.
Naquela manhã, o espelho sorri pra mim.
--


Eu espero que tenham gostado e que esse primeiro mandamento acompanhem vocês por cada dia de suas vidas. Um beijo grande e com carinho,
Fran (@fran_ciellen)

19 comentários

  1. Perfeito! Post bom e inspirador! Arrancou-me sorrisos pelo canto da boca em algumas partes e arrepiou-me de emoção em outras... escreves muito bem!

    Seguirei seu conselho e lhe desejo felicidades hoje, amanhã e sempre!

    Beijos!

    @alvarodiogo

    ResponderExcluir
  2. Own minha amiiiga!Me vi em teu último parágrafo em cada palavra!Mas diferente de você esse ano preciso de listas como nunca precisei antes...Preciso enxergar meus objetivos e me sentir corajosa o suficiente para não deixar perdê-los pelo meio do caminho.
    E muito obrigado pro tudo, pela sua amziade e pro todo bem que me faz.
    Eu te amo e te desejo sempre o melhor na sua vida.=)
    Feliz ano novo( de novo.hehehe)!!!
    Beijooos!

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Divino, como sempre *--*
    Eu também decidi não fazer resoluções esse ano, que venha o melhor!
    Bjos ;*

    ResponderExcluir
  5. adorei o blog.. estamos seguindoo. bjs

    ResponderExcluir
  6. Que feliz 2011!
    Muita saude, paz e luz p vc!

    bjo ;)

    ResponderExcluir
  7. FELIZ ANO NOVO FRAN!!!!

    Que nunca te falte um sonho pelo que lutar, um projeto para realizar, algo que aprender, um lugar onde ir, e alguém a quem amar... Feliz 2011!!!

    Beijos com carinho!!!

    ResponderExcluir
  8. Oi amoree! Td bem?

    Tô de volta!

    Mil beijos!

    ResponderExcluir
  9. Eu adorei,mocinha!

    Tenha um lindo 2011!

    beijinho***

    ResponderExcluir
  10. Só tive tempo de ler seu texto hj. Se eu soubesse o q tava perdendo arranjaria tempo antes (rs)
    Achei muito lindo. Na verdade era o q eu precisava ouvir (ler). Obrigada, florzinha :a

    ResponderExcluir
  11. oh,que lindo! Isso me faz lembrar o que meu treinador de vôlei vivia me dizendo: "muda de postura,confia em ti,porque eu já confio!"Depende de nós,é o que vivo dizendo,e às vezes estamos vazios,faltamos a nós mesmos.Nada como um novo ano pra nos encontrar.

    Onde terminam os arco-íris é maravilhoso.

    beeijo,feliz ano novo!

    ResponderExcluir
  12. Gostei do post. Estou seguindo o blog.!

    http://apeenas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. Fico feliz que o seu blog ainda exista! Olhando nos favoritos aqui, a maioria dos blogs que eu gostava de ler, foram excluídos, é uma pena, pois gostava muito de lê-los. Mas enfim, acho que nunca comentei aqui, mas gosto muito do que você escreve, e por mais que tenha dado uma sumidinha por um tempo, juro que vou voltar aqui todos os dias para lê-lo *-*
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Adorei. Sempre o máximo, né?!
    Olha, tem selinho pra vc no meu blog. :D

    ResponderExcluir
  15. selinho pra vc!!
    voltei a postar ;D

    beeijo Veiga!!

    ResponderExcluir
  16. QUE PERFEITO! Às vezes eu chego a pensar que só eu tenho problemas e vejo que isso é uma baita mentira. Eu fico feliz por ter conseguido ver você mesma e saber o que realmente quer, ou "deixar para trás" o que te fez mal. Eu ainda não me encontrei, posso assim dizer, mas espero que isso mude logo.

    Beijos,
    Sinto muito sua falta!
    <3

    ResponderExcluir

Puxe a cadeira e sirva-se de um chá.