crônicas e contos

Sobre poder acreditar.

13:48

As pessoas são deveras estranhas.
A rua está lotada quando passo. Cheia de carros que buzinam e reclamam "daquela gente". Cheia de gente que quer atravessar e reclamam "daqueles carros". Rua cheia de tudo. Fico esperando o sinal abrir. Todas elas parecem tão iguais. Reclamam e esperam, carregam sacolas e bolsas, alguns seguram a mão de uma criança, outros da solidão. Levam nos olhos uma expressão mista de medo, pressa e ansiedade. Algumas conversam, olham o relógio ou o céu, para comentarem sobre o tempo. Mas nunca deixam que qualquer coisa, qualquer sentimento ou cor transpareça. Enquanto isso ouço e rio por dentro, de leve. O céu sorri radiante. "Sentem tão pouco!". Não há céu que vá chover ou fazer sol. Há céu que sorri ou não. Que sussurra. Que suspira. Assim como tudo nesse mundo. Há, seja o que for, algo que sente. Borboletas que cantam, se repararmos bem. Folhas que sussurram algo como "fé", talvez. Aquele cão de rua que nos olham como quem diz "é isso aí, meu irmão". Um pôr-do-sol ao mesmo tempo que o nascer da lua, que nos acolhe. Um trevo de quatro folhas recém colhido, caído no chão. E é isso aí mesmo! Quero achar minha sorte por aí. Quero ser acolhida pela minha fé em tudo que plantei, e talvez, rindo de leve por dentro, não demonstre. O mundo, então, é cheio de crianças assustadas como nessa rua cheia. Mas é tarde. O sinal abre. Fica verde de esperança. E anuncia o caminho para quem quer chegar lá.

34 comentários

  1. Que lindo o post.Se reparamos bem não é o fiscalizar do relógio ou o reclamar de tudo que vai nos fazer chegar onde queremos.Talvez seja só esbarrar numa pessoa especial,observar a vida e trocar o rumo para aí sim chagarmos no caminho certo.

    beeijo :*

    ResponderExcluir
  2. Se pararmos pra pensar em tudo o que acontece percebemos que o tempo sempre é assim. Pequeno. E que todos só sabem reclamar de tudo. Da vida, do transito, do calor e do frio..
    Ficou muito bonito, parabéns!
    Beijoos
    Mandy

    ResponderExcluir
  3. Esses humanos e sua pressa.
    Mas os sinais sempre abrem e os caminhos podem estar livres, se quisermos.
    Post incrível Fran.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Lindo mesmo *-*
    em cada coisa 'sem' detalhe, um detalhe. Queria encontrar minha sorte assim também! Ver esperança, bagunça do dia-a-dia!
    Bjos ;*

    ResponderExcluir
  5. a esperança não pode morrer amiga. nunca.
    como vc tá minha florzinha linda? hum?

    saudades. te amo.

    ResponderExcluir
  6. Nunca deixe que a frieza do mundo te contagie entao.
    Sinta.

    ResponderExcluir
  7. lindo post...reclamamos muito da vida mesmo..o tempo voa!

    ResponderExcluir
  8. Oi florzinha!

    Às vezes também me bate essa admiração, quanto estou andando pela rua. "Que mundo grande, meu Deus!"
    Sabe o que eu reparo? Que ninguém repara. Todo mundo está sozinho. E não dá pra fugir disso, é natural fechar os olhos de vez em quando e atravessar a rua. Mas não vejo isso com pessimismo, eu confio no céu, nas borboletas, nos cães, nas folhas. Acredito nas pessoas, no humano. Na realidade. Somos costurados pela senhora realidade, e a partir dela dividimos um caminho, e vivemos em união. Ah, e como isso é bonito!

    Um grande beijo, querida!

    ResponderExcluir
  9. auhauhhua respondendo o seu comentio no meu blog:

    Que bom que voce se inscreveu no ENEM, a e eu escolhi ingles! rsrsrsrsrs.. e sim 18 aninhos, vou fazer um post beme special nessa data, é o mes que vem já to contando os dias! auhahuauhuha beijos querida!

    ResponderExcluir
  10. Oi Fran!!
    Adorei seu comentário!!

    Menina eu tb tenho bronquite há anos, mas já fazia um bom tempo q ñ atacava...achei até q estivesse curada =(

    Tem algumas fotos da minha casa num post mais antigo, ado tiver um tempinho entra lá e vasculha, assim como varias coisinhas dos preparativos.
    Viu meu vestido q escolhi??
    Tb coloquei lá. vou acertar ainda com a costureira, mas é certo q quero aquele!!

    Já sabe q dia será né?!?!
    23/09/2010
    Marca na agenda e quem sabe vc ñ me dá essa honra de aparecer aqui por Porto pro meu casório heim?!?!

    Juro mesmo, do fundo do coração que adoraria!!

    E como está sua vida???

    Beijão!!

    ResponderExcluir
  11. Errei feio na data: 23/09/2011

    ResponderExcluir
  12. Lindo post!
    E quando os sinais abrem e passamos seguindo nosso caminho, sempre podemos olhar para o lado e encontrar um caminho novo, melhor.
    O importante é continuar com fé e esperança ^-^

    *rs, realmente, tenho umas opições bem diversas de curso... rsrs é porque sou muito indecisa! rs

    Bjão =^.^=

    ResponderExcluir
  13. A vida sempre dá uma segunda chance. Sempre há esperança.

    AMIIIIIIIIIIIIIIIGA LINDA, eu estou de rec então terei que ficar mais duas semanas aqui )): Acho que dia 18 chego em SJC, daí na segunda ou terça combinamos da gente se ver *------------------*

    Qual das 6 vce sabia? *-*

    Muita falta, muita mesmo ):
    beijos <3

    ResponderExcluir
  14. Tem uma música dos Los Hermanos que eu gosto muito que diz:

    Aponta pra Fé e rema.
    ;-D

    E quando a gente com ela, aponta pra ela! Ela sorri pra gente. Assim como céu.

    ResponderExcluir
  15. Esperança, verdinha verdinha, é o caminho mesmo guria! Acredite sempre, em qualquer situação: é isso que te dará força pra continuar, na tristeza e até mesmo na felicidade.
    Um beeijo!

    ResponderExcluir
  16. showw .valeu pelo comentario no meu . me segue ?

    ResponderExcluir
  17. Que coisa linda! *---*
    Sabe, um dos meus indicadores de vida são os cachorros de rua. Aquela expressão, aquele estado, a fome, a luta pela sobrevivência. É nessas horas que eu acho minha sorte e meu sofrimento. Sorte, pq sim, eu consego viver dia após dias. Sofrimento, pq eu não posso ajudá-los. Eu não posso sequer ter animais em casa. rs.

    Brisei, brisei. Eu sei.

    Beeijos.

    ResponderExcluir
  18. nossa que lindo! sem palavras para expressar o quando fiquei pasma com tamanho talento *--*

    ResponderExcluir
  19. que maravilha de post, e em alguma hora o caminho fica verde p vc!

    beijo querida ;)

    ResponderExcluir
  20. essa é apenas realidades que todos nos humanos passamos !
    adoreei a foto *-*
    beeijos

    ResponderExcluir
  21. estamos seguindo aqui, amamos o blog *-*
    passa lá no nosso também: www.thetrashyfame.blogspot.com
    se gostar segue a gente la
    bjs, Trashy Fame

    ResponderExcluir
  22. Nossa, lindo demais o texto! Parabéns pelo seu blog, viu? Tá cada vez mais lindo. Um beijo.

    ResponderExcluir
  23. Que texto doce e lindo *_*
    Por isso que dizem que as coisas simples são as melhores!
    -


    Beeijinhos carinhosos :)

    ResponderExcluir
  24. Adorei o post. Se repararmos reclamamos de quase tudo, por causa do dinheiro, da chuva, do cabelo, enfim de quase tudo. Temos que viver cada momento, aproveitar tudo sem reclamar, pois como você mesma disse, é pequeno. O nosso tempo é pequeno.

    Fazia tempo que não vinha aqui. Adoro ler os seus textos.

    Beijos

    ResponderExcluir
  25. "Assim como tudo nesse mundo. Há, seja o que for, algo que sente. Borboletas que cantam, se repararmos bem. Folhas que sussurram algo como "fé", talvez. "

    Definitivamente sou sua fã.
    Minha amiga, que tanto sinto falta...suas palavras fazem eu me sentir de um jeito diferente , um pouco mais perto de você, um pouco mais real.
    Você tem um belíssimo poder nas mãos, suas palavras mostram isso a todo instante!Espero que ele sempre te traga mais perto de mim!

    Te amo!

    ResponderExcluir
  26. Sem palavras :/
    Porque está lindo ^^
    beijos :**

    ResponderExcluir
  27. Nossa adoreeeeeeeei teu blog *-*

    Texto incrivel!

    ResponderExcluir
  28. O texto ficou lindo.
    Se nós olharmos bem, podemos encontrar a felicidade nos lugares menos prováveis, mas as vezes não conseguimos enxerga-la porque estamos mais preocupados com os problemas que sequer existem.

    ResponderExcluir
  29. Muito interessante essa chamada de atenção para a forma como vamos vivendo distraídos e distantes do que, afinal e o essencial.
    Não se pode sentir assim tão pouco. A vida é "pouca" e o sonho a única forma de a fazer "muita"

    L.B.

    ResponderExcluir
  30. Sabe quanto a gente sente mas não consegue descrever? Pois é, você conseguiu! Seus textos são muito lindos. Parabéns ;)

    ResponderExcluir

Puxe a cadeira e sirva-se de um chá.