crônicas e contos

.suerte que regresas para mi. ♪

16:36


A primeira vez foi um sonho. Doce, encantadora e boa de se lembrar. Era inverno, mas não fazia tanta diferença, uma vez que seus braços não deixavam de me envolver nem por um segundo. O primeiro abraço, a primeira palavra, o riso, a conversa... E aí o primeiro beijo. Não que eu tenha certeza, mas as coisas mudaram a partir daí. Depois, a distância... Mas nessa circunstância, quem se importava? Planos. E novamente, a chegada. O coração saindo pela boca enquanto eu o esperava na frente daquela plataforma - sempre ela! sempre - As pessoas, os carros, os ônibus, o jornaleiro, a vendedora de flores, o relógio e, num segundo, nada mais importava. O abraço. Ah! O teu abraço. A tarde quente e gostosa, o filme, os olhares e sempre seu riso. Uma promessa nas entrelinhas. A (part)ida. A indiferença, a sensação estranha, o sexto sentido e a revelação. Aquele velho termo, "sem chão", funcionou facilmente por um tempo. Então, enquanto eu acostumava, a visão nada agradável do que veio a ser sua felicidade e decepção por algum tempo. O termo. O tempo. O tempo. O tempo. Algumas distrações, a data. O tempo tirando você do centro das minhas atenções. E, um belo dia, a surpresa. O telefonema, a voz, o riso, o coração saltando pela boca de uma forma que - até hoje - você não consegue imaginar. Some, expectativa, SOME! O reencontro. O beijo, o outro filme, o abraço, a data, o riso, a felicidade extravazando como fogos de artifício no estômago, no coração, seja lá onde for. O tempo mal dito e mal programado. O caminho inverso. E de repente tudo seu ficou em mim: a textura da pele, o cheiro, a voz, a carícia, os planos e as tais promessas. E novamente, a distância e o tempo. E o não saber o que esperar. Nem desesperar. Não existe uma forma de prever o futuro ou de saber se as tais promessas realmente serão cumpridas um dia, não é? Aliás, quase nem se pode confiar nos sinais, naquelas coisas absolutamente do nada, nas palavras ditas por alguém no momento (in)oportuno. Nas pessoas que insistem em me dizer o seguinte: "se volta sempre pra você, é pra ser teu". Assim, exatamente assim. Nada a esperar, nem desesperar. Deixar o amor acontecer. E a sorte, por você sempre voltar pra mim.

*ouvindo: Suerte - Jason Mraz & Ximena Sariñana.

41 comentários

  1. LINDO! *-* Impressão ou está sentindo falta de alguém? :)
    Te amo, Fran :* <3

    ResponderExcluir
  2. ' Fran você escreve tãããão bem, me ensina a escrever assim.
    visita meu blog, amr :)
    http://rabiscosdesonhadora.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. *-*
    Que coisa mais linda, amiga!
    Tudo o que você escreve aqui sempre me emociona de uma forma...Tããão inexplicável!
    Saudades mil, vc não tem ideia!
    Vou tentar falar contigo esse fim de semana, viu? Não esqueço de ti, não, é esse tempo mesmo.
    Beeijos,
    te adooro, flor!

    ResponderExcluir
  4. Que texto mais lindo.
    Beijos, querida


    =*

    ResponderExcluir
  5. Ah, que lindo.
    Estava escrevendo um post para segunda já e olhe. Era triste, mas deu vontade agora de falar sobre o amor. Sabe?

    ResponderExcluir
  6. Hm,sentir falta de alguém, de suas risadas e etc faz um mal pro coração,né?Mas isso passa (:

    E tu está certa, o que é nosso nunca se vai para sempre.O amor sempre volta- se for verdadeiro *_*


    beeijos!

    ResponderExcluir
  7. O que é seu de verdade, nem o destino toma neh *-*
    achei tão lindo o textoo

    ResponderExcluir
  8. Escreve lindamente que me emociona smepre.=)))))
    Resumo tudo com uma 'palavra':
    A (part)ida.

    pens eassim tudo que s evai,vai em parte.
    ;)
    Amo você minha Boncadeaquarela.*_*

    ResponderExcluir
  9. Obrigada querida, eu vo terminar de escrever esse texto.
    Olha só para ela, ele era o garoto perfeito, mais na verdade nao era ele o garoto certo!..

    bjokax
    PS: adorei o texto! muito bom.

    ResponderExcluir
  10. eu acho isso muito, muito, muito e tanto e tudo, lindo.

    um beijo.

    ResponderExcluir
  11. "se volta sempre pra você, é pra ser teu"

    com certeza, amei o post

    ResponderExcluir
  12. Oi, querida flor.
    Eu já vivi uma história parecida... acho que a distância ajuda e atrapalha, não é mesmo?
    no meu caso, atrapalhou, pq no final eu não conhecia a pessoa tinha saído do ônibus nas últimas férias.
    Mas eu conheço [várias] histórias de final feliz, com direito a idas e voltas inesquecíveis.

    Você está fazendo a coisa certa.
    Não espere, nem se desespere.

    Um grande beijo!

    ResponderExcluir
  13. será? que tudo o que volta era para ser nosso?

    beijos, florzinha

    MM.

    ResponderExcluir
  14. Aii senti uma pontinha de tristeza e um 'pontão' de saudades :)
    Muito lindo mesmo, flor!
    E sim, nós moramos a 200km de distância, isso é tão, mas tão triste :/

    Beeijos!
    Fran e Ricardo!

    ResponderExcluir
  15. Vi cada imagem. Em mente, claro, enquanto lia o texto.
    E meu coração foi à boca. Alguma coisa me apertando..
    Deu saudade. De alguém, não sei bem ainda.

    Bom, na verdade sei. Ele.

    *-------*

    Obg, Fraan, por trazer de volta essas lembranças, q não foram exatamente assim, mas fizeram o coração trabalhar de novo
    C:

    ResponderExcluir
  16. Amigaaaa! Fico lindoooooooo!
    Chorei!
    Saudades. Te amo Muito. ♥

    ResponderExcluir
  17. é amoR?
    OIJoIJSIOJIOA...

    acredite**

    lindo aki adorei
    espero vir mais vezes....[e virei..]
    hoje dia da luta mundial contra corrupção..
    pensei em sairmos pelas ruas com dinheiro dentro da cueca ou calcinha e depois que terminar retirar as notas sujas e lava-las devidamente....
    abração;;ótima quinta e sempre digo q o fds tá chegando.mas desta vez é o ano novo..eita como passa 'Ligeru'..
    Fui.##

    ResponderExcluir
  18. Obrigado, sabe que é uma honra ouvir (ler *) isso de uma pessoa que eu considero, tipo, uma ídola(ídola? nem sabia que exitia, mas inventei agora)? E não estou brincando, amo seus contos e seu jeito antigo de escrever.
    suerte que senti lo que senti, suerte que regresas para mi..
    só baixei pela indicação.
    =* beijosmil .

    ResponderExcluir
  19. oi, passei pra conhecer o blog e desejar bom dia
    bjss

    aguardo sua visita :)

    ResponderExcluir
  20. Que gostoso de ler.
    Lindo lindo lindo.

    *-*

    Beijos

    ResponderExcluir
  21. Salve !
    Navegando pela grande rede sem rumo com a intenção de divulgar o meu blog cheguei até você e gostei do que vi.
    Já percebi que existem alguns blogs muito parecidos com o meu, ainda bem que estou no ar desde 2006 (falta de criatividade). No momento estou impedida de fazer leituras muito extensas, pois a claridade da telinha está prejudicando um pouco a minha visão, devo tomar um pouco mais de cuidado, mas em breve resolverei esse problema. Bem, já que estou aqui aproveito para convidar a conhecer
    FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... em
    http://www.silnunesprof.blogspot.com
    Eu como professora e pesquisadora acredito num mundo melhor através do exercício da leitura, da reflexão e enquanto eu existir, vou lutar para que os meus ideiais não se percam. Pois o maior bem que podemos deixar para os nossos filhos é o afeto e uma boa educação. Isso faz com que ela acredite na própria capacidade, seja feliz e tenha um preparo melhor para lidar com as dificuldades da vida. Com amor, toda criança será confiante e segura como um rei, não se violentará para agradar os outros e será afinada com o próprio eixo. E se transformará num adulto bem resolvido, porque a lembrança da infância terá deixado nela a dimensão da importância que ela tem.
    VAMOS TODOS JUNTOS PELA EDUCAÇÃO, NA LUTA POR UM MUNDO MELHOR !
    Se achar a minha proposta coerente, siga-me nessa luta por um mundo melhor. Peço que ao responder deixar sempre o link do blog, pois vez por outra o comentário entra com o link desabilitado ou como anônimo. Por causa disso fico sem ter como responder as pessoas.Os meus comentários também entram via e-mail, pois nem sempre a minha conexão me permite abrir as páginas: moro dentro de um pedacinho da Mata Atlântica, creio que mais alto que as antenas, com isso a minha dificuldade de sinal do 3G. Espero queentenda quando não puder visitá-lo.
    Daqui onde estou, os únicos sons que escuto aqui é o dos pássaros, grilos, micos., caipora, saci pererê, a pisadeira, matintapereira ... e outras personagens que vivem pela mata.
    Por hoje fico por aqui, já escrevi demais. Espero nos tornarmos bons amigos.
    Que a PAZ e o BEM te acompanhem sempre e que os bons ventos sopre, sempre a seu favor.
    Saudações Florestais !
    Silvana Nunes.'.

    ResponderExcluir
  22. amor, memórias.. combinação perigosa, mas muitas vezes emocionante, né?

    ResponderExcluir
  23. também quero que volta para mim;
    ando meio avulsa, tipo bala de troco ;o

    ResponderExcluir
  24. Primeira vez que passo por aqui mas acho que vou vir mais..falar de amor de forma delicada e intensa, tudo ao mesmo tempo, me inspira sempre! Beijinhos :)

    ResponderExcluir
  25. Uma maneira diferente de falar de um assunto tão debatido! Não foi à toa que a Lu falou tão bem de você lá no "Contos e Confissões", né?
    Bjoooooo!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  26. AMO seus posts..
    quando crescer,quero escrever igual a você! hehehe ;p

    amo vc Veiga! ♥

    beijOs*

    ResponderExcluir
  27. sentir falta é um mal que dói tanto.. é se sentir incompleto..

    beijos, lindo

    ResponderExcluir
  28. Ahh, texto lindooo!
    Não sabia que essa musica tinha versão em espanhol! Até procurei agora pra escutar...
    Mas prefiro em ingles... hehe

    No meio só faltou um ''(explosão)''.

    Amei, florzinha.

    Beeeeeijo.

    ResponderExcluir
  29. Perfect garooota!!! Muiiito lindo seu texto... Aquela parte que diz: " Aliás, quase nem se pode confiar nos sinais, naquelas coisas absolutamente do nada, nas palavras ditas por alguém no momento (in)oportuno. ". Eu ameii essa parte!!!

    Beijux.. Até a proxima visitinha

    ResponderExcluir
  30. "se volta sempre pra você, é pra ser teu"
    escrevi algo sobre isso no meu post..
    o que for pra ser seu volta...bjOo!

    ResponderExcluir
  31. Ai amor, que lindo o texto
    E eu sei exatamente do que você está falando, mas só posso te dizer uma coisa..
    O que tiver que ser será, nada muda o destino, mesmo que por escolhas nossas formos por outros caminhos.

    Te amo muito minha irmã ♥
    morrodesaudades!

    ResponderExcluir
  32. estou te seguindo , lindo seu blog =D

    ResponderExcluir
  33. já ouviu alguém dizer assim: quando cresçer quero ser uma Fran ?

    ResponderExcluir
  34. ah! brigado, pensei até que você nunca ia voltar... nunca mais entrou :)
    ei da uma seguidinha no meu blog. até que eu já tenho um bocadinho de gente ^^

    ResponderExcluir
  35. Nossa, conseguiste resumir o que eu sinto, e como vai ser quando eu encontrar ele. :) Adorei mesmo. E pode ter a certeza que eu volto.
    Bjooos
    Mandy

    ResponderExcluir
  36. Belo o texto, adorei!

    e Feliz Natal e um otimo 2010,
    bjao!

    ResponderExcluir
  37. muito liindo,
    escrevii isso no meu post passado..
    se for realmente seu,volta msm.!'
    bjOo!

    ResponderExcluir

Puxe a cadeira e sirva-se de um chá.