crônicas e contos

• contratos e promessas

10:22


"Cada vez mais eu acredito que carrego essa sina. Você apareceu novamente, sem avisar, sem pedir licença. E é sempre assim, sempre nas madrugadas de sexta-feira. Certamente por motivos óbvios: você chegava assim que amanhecia. Quando fico aliviada por isso não acontecer, você vem nas madrugadas de sábado, mas essas eram raras. Talvez eu tenha me acostumado... Talvez. Você sempre promete algo que não cumpre e eu nunca consigo reclamar pois fico tão boba, tão hipnotizada pelos seus olhos que não decidem serem verdes ou azuis. Eu só me dou conta disso quando você se vai, claro. Algo nisso tudo me paralisa de uma forma que não sei explicar e eu nem tenho o direito de argumentar, pois você não deixa, indiretamente falando. Sabe aquele jeito de abraçar que só você tem? Espero que saiba, que já te disse um milhão de vezes. Então. Você usa a seu favor, só para me acalmar. E o beijo, nem se fale. Sua arma letal contra qualquer irritação que eu deixe transparecer. E sorri. Sorri como se o mundo fosse só aquilo e pronto, só nosso. E eu fico pensando num modo de eternizar isso tudo, sem querer acordar do sonho. Mas acordo, sorrindo como uma criança, e até esqueço que estava irritada com você. Durante a semana fico sem notícias suas, até você mandar qualquer mensagem e dizer que eu sumi. Uma ova que sumi! Você sempre sabe onde me encontrar, e sempre me visita nas madrugadas, só não faz ideia disso. E milagrosamente nossa conversa flui. Pro lado errado. E suas palavras colocadas sem uma ordem concreta ou lógica começam a torturar-me, a deixarem-me daquela forma outra vez. Toda preocupada, toda nostálgica. E eu detesto isso em você, eu estou sempre aqui, você sabe - e abusa - disso. Mas agora eu tenho um trato, algo bom para te oferecer. Pode ser que seja algo bom para os dois, eu acredito nisso. Quero que me deixe te fazer feliz. Não, não é um pedido de namoro ou qualquer outro compromisso. O que sinto não cabe nessas coisas. Eu quero te fazer feliz. Só. Quero ajudá-lo e segurar sua mão em todas as vezes absurdas que você disser que vai mudar tal coisa em si. Isso só traria problemas e não te ajudaria em nada. Ou nas vezes em que seus olhos ficam tão expressivos a ponto de eu responder antes de você falar. Eu o conheço bem mais do que imagina e sou mais observadora que você. E, de vez em quando, quero poder abraçá-lo, só para que você tente sentir o mesmo que eu. Mas eu não farei isso todos os dias, eu prometo. Posso fazer isso quando estivermos disponíveis, e nem precisa ser num dia inteiro. Antes disso quero que entenda que não vale a pena ser "mais um". Já conversamos sobre isso antes, certo? E você precisa esquecer o passado e tudo que me disse, tudo o que eu te disse. Concentre-se no agora. Em troca - é óbvio que é uma troca -, quero que me deixe vê-lo sorrir, de longe mesmo. Quero saber o que anda fazendo efeito em você. Você nem perceberá, nem saberá quando eu aparecerei. Mas quero vê-lo sorrir e poder ouvir o som do seu riso. Não estou pedindo muito, só o necessário. Eu não preciso de muito pra ficar feliz, só do teu riso. Sei me virar no resto. E, no entanto, como disse, quero segurar sua mão quando tiver problemas. Não é sentimentalismo, é um trato. Sentimentalismo seria se eu te contasse que você tem uma metade minha guardada e nem sabe. Sentimentalismo seria se eu dissesse que quero minha metade e você, inteirinho, dos fios loiros do cabelo ao dedo do pé, com tudo que tenho direito. Mas eu não direi nada disso, então fique tranquilo. É um trato. Nada sério demais, você nunca quis nada sério. É só pra quando estivermos disponíveis. Porém, como eu disse, você nunca saberá quando eu irei me aproximar para vê-lo sorrir, e eu só o terei nas noites da madrugada. Não é tão complicado quanto parece. Não vai te incomodar, nem doer, nem nada. Não vou arrancar nada de você e nem virarei uma sombra te perseguindo. Vai continuar como é agora, mas você vai deixar com que eu segure sua mão e te abrace, algumas vezes. E quando eu o ver sorrir... Você nem vai perceber que eu estarei lá. Pode ser que sinta qualquer coisa, mas vai se distrair com o vento. E tudo vai continuar como era antes, você vai continuar falando e eu ouvindo. Mas quero te mostrar que existem coisas que você realmente não vê, mas sente. E vai ver que pode continuar sendo quem é, e não 'mais um'. E eu continuarei recebendo suas visitas na madrugada, mesmo que você não saiba. Eu prometo continuar se a experiência der certo. Não sou fada, nem anjo, nem algo do tipo... Mas você tem que entender algumas coisas. Temos algo bom para trocar, e acredito que dará certo e sei que você concorda. Obrigada, trato feito."

47 comentários

  1. Se me permite .
    Faço suas as minhas palavras .

    Teu texto é tudo aquilo que eu escreveria hoje .

    Perfeito .

    Um beijo .

    ResponderExcluir
  2. ela sabe td...uahuahuahuahau
    nhaiiim amiga tanta coisa acontcendo...mais vou marcar um dia para vc vir aki em casa e vai dar certo tah!!!!!!!
    vou aparecer xD
    fui...sdds imensas...beijos...
    amo vc sempre

    Lud

    ResponderExcluir
  3. eu gostei da ideia do contrato.
    e me lembrou sonhos. sei não porque.

    bonito, né?

    bj bj bonita

    ResponderExcluir
  4. Texto perfeito
    *OOOOOOO*

    Beijos
    Visita meu blog? http://kiiw.posterous.com/

    ResponderExcluir
  5. Perfeitoooo!
    Vc só pode ter escrito pra mim flor!
    Bjinhos no coração

    ResponderExcluir
  6. A.M.E.I *--* , mais que perfeito gente \õ/'

    ResponderExcluir
  7. é tudo o que eu queria!! escrever na mais simplicidade e tocar profundamente...

    ResponderExcluir
  8. beeelo teeexto neeega *-*

    amoo sz

    ResponderExcluir
  9. eh, eu tb to me sentindo igual o seu texto, soh q ao mesmo tempo me sinto uma inutil por nao pdoer dizer a essa pessoa td isso
    hehe

    lindo blog

    bjs

    ResponderExcluir
  10. Fran, isso foi incrível ein! Realmente te digo que já me senti 99% igual a você e escrevi algo nesse ramo,hahaha. As adolescente sempre sentes as mesmas coisas e acham que são únicas né?
    Incrível fran, além de descrever muita gente ficou muito bonito e bem escrito. Adorei!

    Adoro adoro as suas reflexões tá? Sobre essa última da Cinderela, vou te falar que nem pensei nela na hora,mas ficou bem cinderela né? hahaha. Eu tenho escrito muito sobre isso ultimamente, tá bem perceptível, sobre fugas e fugir de si mesmo. Todo mundo sempre quer né?
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  11. achei seu blog muito lindo
    e o texto tbm, é lindo, amei.
    toh te seguindo, ok?
    bjos

    ResponderExcluir
  12. o amor deixa qualquer um bobo mesmo..
    =p
    ah, e tem lógica sim ^^

    boa sorte com o trato... geralmente nao gosto muito de combinar essas coisas, mas tá valendo ^^

    ResponderExcluir
  13. Tem muita lógica, seu texto está muito muuuito BOM, ADOREI x) deixa ele sentir, e ver no que está errando. Sem palavras, apenas sentimentos.

    ResponderExcluir
  14. nossa, adoreeeeeei *-*
    devia existir tratos assim, seria muito mais feliz com isso!

    boa quinta fran, beijos!

    ResponderExcluir
  15. Perfeito...Irei te seguir,e voltar por aqui sempre *-*

    Ameei.

    ResponderExcluir
  16. Estou um tanto pasma, se me permite dizer. O texto tá lindo, muito lindo mesmo amor. Dá pra sentir todo esse amor brotando dessas palavras..
    Se eu não soubesse de quem você está referindo, eu diria que está perfeito.
    Porém, você já sabe o que eu penso.. e, acho que ele não mereceria esse contrato, é muito bom para tudo que ele tem feito.
    Ele seria a pessoa mais sortuda do mundo se tivesse você para segurar a mão dele quando ele precisasse, só ele não vê isso.

    Então.. é isso. Não sei muito bem o que dizer. Ah! O texto parece ser tão lindo, mas eu consigo ver todas as marcas salgadas por detrás dele.
    Saiba que eu estarei sempre aqui, conta comigo.

    Te amo muuuuito bonequinha ♥.

    ResponderExcluir
  17. Tem selinho no 'Fique a vontade meu bem', pra ti.

    Beijoos.

    ResponderExcluir
  18. Ficou realmente muito bonito.
    Me tocou de certa forma bonita e delicada.

    Foi você que escreveu?

    ResponderExcluir
  19. Fran do céu.=DDDD
    Muito lindo!
    Seu blog tb já ta supermedapop!(h)
    É tão bom ver que coisas boas ainda podem se disseminar,que ainda há pessoas que gostam das 'boas' coisas.
    hehe

    Lindo.Lindo.Lindo!

    'Temos algo bom para trocar, e acredito que dará certo e sei que você concorda.'

    Frase do inicinho do meu namoro.=)
    É vc sabe,mesmo 'sem saber'.

    Te amo prin.cesa !

    ResponderExcluir
  20. Fran (você disse que eu podia te chamar assim, haha)
    bom, primeiramente descuuuulpa pela demora para retribuir a visita, mas eu estou rão atarefada com escola - semana de provas e pá - e tal.
    mas enfim, seu blog tá per-fei-to como sempre, tu sabe que eu AMO aqui <3 continue assim, garota!
    ei, me passa teu MSN *-*
    beijo, beijo :*

    ResponderExcluir
  21. porque as mulheres adoram borbolets?
    não poderia ser abelhinhas?

    abs,


    Gus

    ResponderExcluir
  22. Oie (:
    Adorei o seu blog!
    Visite o meu tbm: http://falaaserioo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  23. Lindo gaaatona; Adorei falar contigo hoje. Postei uma coisinha no meu blog, vai lá dar uma olhadinha ;D



    Beeeijo, amovocê!

    ResponderExcluir
  24. Perfeito *-*
    Depois passa lá no meu Blog,te dei um selinho ;)

    Beijos

    ResponderExcluir
  25. Ahhhhh, Fran...
    *-*
    Arrasou!
    Amei, flor. AMEI!
    Muito sincero, muito ''almático''.

    Saudade de conversar contigo!!

    Beeeijo, flor.


    P.S.:Escreve tua história pra mim?

    ResponderExcluir
  26. Nossa..que bonito :D
    fiquei sem palavras....
    bjks
    Nath Souza

    ResponderExcluir
  27. flor, só hoje que vi que tem 16 anos.... uau.... parabéns pela sensatez, sensibilidade e escrita ;o)

    beijocas

    MM.

    >>> dica:parágrafos facilitam a leitura, rs*

    >>> acordos e tratos são sempre bem vindos ;o)

    ResponderExcluir
  28. liindo post..
    vc expressou-se muito bem!

    ResponderExcluir
  29. Cara, seu blog é lindooo!!
    O texto ficou perfeito!! Sempre que puder passarei aqui!
    Bjo :*

    ResponderExcluir
  30. Oioioi!!
    Faz tempo que não venho aqui, né?
    saudades!!
    bjinhos

    ResponderExcluir
  31. Adorei o texto, é minha primeira vez aqui em seu blog. Gostei mesmo do que escreveu.
    Ah, dei uma olhada nos textos anteriores também.
    Belo espaço que você tem por aqui.
    Beijos

    ResponderExcluir
  32. Lindo mais uma vez, amiga! Lindíssimo!
    Olha, dia 28, em?rsrrsrs
    ansiosa pra papear contigooo!
    Fran, tô passando também pra pedir pra tu me dar uma força no meu novo blog! Passa lá quando puder, amiga!Me conta se gostou.
    Beijos e fica com Deus,
    saudades!

    ResponderExcluir
  33. Oi, passei pra conhecer o blog, e desejar bom dia
    bjs

    aguardo sua visita :)

    ResponderExcluir
  34. Nossa sina é se ensinar a sina nossa é.

    Sei lá amo essa música.
    Amo você.
    E concordo plenamento quando diz:
    'Não, não é um pedido de namoro ou qualquer outro compromisso. O que sinto não cabe nessas coisas. Eu quero te fazer feliz. Só.'

    Minha Prin.cesa!

    ResponderExcluir
  35. tem selinho lá pra vc, assim como pra todas as minhas leitoras (:

    ResponderExcluir
  36. Perfeito, cada vez que venho aqui me encanto cada vez mais...

    Estava com saudadeeees!
    Faz um século que não acesso meu blog nem o dos que eu acompanho, agora voltarei a rotina mais deliciosa que tem!
    Vou tirar o atraso e ler os outros posts ^^

    Bjinhos :*

    ResponderExcluir
  37. os seus posts são sempre perfeitos.. *---*

    tirei o pó do meu blog..

    saudades de vc Veiga!
    amo.t

    beijos*

    ResponderExcluir
  38. P E R F E I T O !
    Esse texto, principalmente o tema, dispensa qualquer tipo de comentario vazio e sem expressão.

    Beijos

    ResponderExcluir
  39. Seria tudo mais feliz... tava sumido mais voltei!! ah tem post novo, quando puder... da um pulinho la! Bj

    ResponderExcluir

Puxe a cadeira e sirva-se de um chá.