crônicas e contos

Inverno.

17:22

Não havia razão em continuar insistindo num futuro inexistente, presenteado pelo (des)gosto daquela ilusão. De qualquer forma, uma hora anoitece. Uma hora o pano cai. Não havia mais motivos para alçar voo tentando carregar aquela alma de mármore. Ela não queria só corpo e não suportava mais aquele inverno presente nele. Talvez não fosse por mal... Ela só precisava de um pouco de sol. Precisava cuidar de suas flores, buscar o ouro no fim do arco-iris, acreditar que fadas visitariam seu jardim, encontrar joaninhas e fazer pedidos, confundir asas das borboletas com as pétalas das flores. O inverno só era bom enquanto ela brincava na neve e sua temperatura não congelava seu coração. Ela não suportava a idéia de ficar presa em casa quando a neve tapava o caminho. Não ia mais insistir, teimar ou bater o pé. Sentia falta de ver seu sorriso no espelho, de sentir o tom do céu ao longo do dia mudando a tonalidade de seu cabelo. Ainda haveria sinais, como pegadas ao longo do caminho, mas ela não pretendia voltar e nem deixar que aqulo a dominasse ou interferisse em sua nova história. Por mais que o gelo derretesse, a água fria ainda reteria o calor. Preferia se afastar e viver novas primaveras. E se o inverno chegasse tão brusco novamente, ela procuraria outro lugar caloroso para se refugiar.


-

O Seminário foi ótimo e eu tôõ feliz, beijos! haha.
ps: eu tô sumida, eu sei; Desculpem!

14 comentários

  1. e da mesma maneira que uma hora anoitece, uma hora nasce o outro dia =]

    A fantasia proporcionada pelas estaçoes do ano no fim do texto ficou muito legal ^^


    www.thiagogaru.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. é, tem horas que o melhor a fazer é abandonar certas estradas e deitar-se ao sol....

    beijos, querida

    MM.

    ResponderExcluir
  3. Muito lindo moça...=)
    Tmb quero um lugar de sol pra me refugiar...^^

    ResponderExcluir
  4. todos nós prcisamos de um lugar ao sol pra nos refugiar!
    lindo querida! beijos

    ResponderExcluir
  5. É a nossa natureza, procurar sol, calor e fantasiar, e tudo que sufoca nossos sonhos nos incomoda!

    Lindo Fran!
    bjsmil

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Amor! Finalmente consegui entrar!

    Bom, sabe o que eu já te disse né?
    O texto pode ser uma forma de estar se sentindo sozinha, deslocada.. como você mesmo disse.
    Mas acho que deve encará-lo como um novo recomeço, desistir jamais.
    Busque seu Sol, agarre a energia dele com todas as suas forças, desenhe suas estrelas e contorne as nuvens.

    Faça da sua vida, seu caminho, pegue os seus atalhos e esteja sempre com um sorrisão! (:

    TEAMODEMAIS IRMÃ. (L)
    além das vidas!
    ansiosa demaaais por julho.
    Espero que esteja melhor,
    se cuide viu mocinha? :D
    haha

    ResponderExcluir
  8. Francy!!
    Que saudades!!
    td bem aí?
    Espero que sim!
    Tem selinho para vc lá!
    bjinhos

    Ps:. amei seu txt!! :)

    ResponderExcluir
  9. Quer saber eu to mais pra:
    'Deixa o verão...deixa o verão pra mais tarde.'
    =D

    Mas o pior Iverno,é o da Alma da gente.

    Te amo tano,minha flor.
    =)

    ResponderExcluir
  10. oonw, que meigo. *-*
    aqui nem tem inverno D:

    -
    haeuhauehuehue.
    que isso. xD

    ResponderExcluir
  11. Texto muito bonito, moça;

    mas eu gosto do inverno.
    ;)

    ResponderExcluir
  12. Liindo :)
    quem dera eu ter uma fazendinha e me esconder lá de vez em quand ú.u

    beeijo.
    :)

    ResponderExcluir
  13. apesar de ser uma estação congelante e insensivel, eu amo o inverno.
    tão lindo seu texto *-*
    tanto tempo sem vir aqui que tenho até vergonha, mas foi por probleminhas tecnicos xD

    beijos :*

    ResponderExcluir
  14. Nossa,que coisa mais linda!
    Parabéns,Francy!
    Cada vez mais me impressiono com o seu talento!(hey,não fica com vergonha!huahauhau)
    Beijos,minha florzinha!

    ResponderExcluir

Puxe a cadeira e sirva-se de um chá.