crônicas e contos

~ efêmero;

12:43



Alguém havia lhe prometido "pra sempre". Outro alguém lhe disse ter certeza daquilo que queria. E ela passou muito tempo tentando entender o quão rápido era o tal "pra sempre" e como a "certeza" alheia poderia se transformar em boas dúzias de suas dúvidas. Nessa imensidão de possibilidades, se dava conta de que o tão famoso sempre era um instante. Logo, sua vida inteira era formada por instantes com a intenção de durar um pouco mais que não tinha como ser. Aquele beijo roubado no meio da chuva? Um instante oportuno da vontade que quer mais e precisa se controlar, porém vez ou outra, permite se esquecer da razão. Aquele primeiro "eu te amo" com a promessa complementar do "pra sempre" se tornava um instante motivando o coração a sorrir mais vezes. O "eu quero você", outro instante; o fim de tarde juntos; a manhã cheia de riso; o abraço; o consolo e a proteção, instantes que gostariam de durar mais que seu limite, pois não se contentam com outro instante substituindo-o. Instantes que se camuflam de sempre por não suportarem a idéia de serem abandonados num canto qualquer da memória. Pensava na vida das borboletas: um instante de algumas horas e depois, fim. E era uma vida intensamente mágica. Todos os instantes eram assim, afinal. Instantes camuflados de um sempre preso em fotografias, cartas, conversas e palavras soltas. Instantes desejando o sempre no olhar. Efêmero. Quando o "pra sempre" acaba antes do que ela imaginaria.

-

E eu peço desculpas pelos dois posts no mesmo dia, mas eu não podia adiar a postagem dos selinhos, e queria muito mesmo postar esse texto. Aos visitantes, não comentem no post abaixo (: é só a indicação e fim (: beijocas :*

10 comentários

  1. Teu texto fez eu me lembrar da música maravilhosamente interpretada por Cássia Eller: "se lembra quando a gente, chegou um dia a acreditar, que tudo era pra sempre, sem saber que o pra sempre, sempre acaba".

    Queria que algumas coisas perdessem a efemeridade e fossem eternas.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. O difícil é que nada na vida é para sempre, e na verdade, a existência humana é sempre permeada por uma grande transitividade, e por uma efemeridade que nos leva a questionar tudo.

    Mas a vida é assim, e aprender a ver e a levar em frente talvez seja a chave.

    Um grande abraço,
    Átila Siqueira.

    ResponderExcluir
  3. muito lindo o texto, faz a gente parar e refletir. adorei msmo!

    ResponderExcluir
  4. Pra sempre,é tão relatico não é?
    e hj as pessoas falam '' pra sempre '' hj e amanhã nem lembra que falou...é engraçado de certa forma...
    beijão,boa semana :D

    ResponderExcluir
  5. Amoor, seu post tá lindo! O pra sempre sempre acaba, é incrível isso, por mais que seja clichê é a pura realidade. Obrigada pelos Selinhos e por comentar,rs e realmente eu nunca posto os selinhos, não gosto sabe?! Eu acho que eu vivo num mundo paralelo, porque é muito raro eu ler outros blogs, mas pelo menos quando leio o seu eu me surpreendo com as belas palavras.
    Beijo beijo, amovocê Marida!

    ResponderExcluir
  6. só faltou a musiquinha: o pra sempre, sempre acaba, mas nada irá mudar o que ficou, quando penso em alguém só penso em você e aí então estamos bem......

    beijos, flor

    MM.

    ResponderExcluir
  7. O eterno existe.
    Está aí expresso em cada palavra sua.
    Em cada sentimento tocado na gente.
    Tudo que marca é eterno.
    Muito além do 'aprisionamento' em fotografias ou memórias.Se isso acontece é por que não vai sair de nossa alma.
    O que ficou é pra smepre.
    Só por que não se vive daquele jeito tão material,físico e 'nítdo'.
    Não significa que não o viva mais.

    Vc sabe o quanto eu te amo minha prin.cesa
    ; )

    ResponderExcluir
  8. o "para sempre" sempre será por um instante verdadeiro ou eternizado apenas na memória...
    viver sem se preocupar se o "para sempre" durará muitos ou poucos dias é bem melhor, aproveitar o momento, aproveitar enquanto ele existe =]


    www.thiagogaru.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. to vindo aqui pela segunda vez, e já estou completamente apaixonada pelo blog !
    seus textos são MARA ,
    bem , eu amo um poema de vinicius de moraes que diz assim:
    "que não seja eterno posto que é chama/mas infinito enquanto dure "
    e o seu texto me fez lembrar ele !

    bjinhos carinhosos .
    tha*

    ResponderExcluir
  10. Jacacity!
    Legaaaal!

    Eu acredito no pra sempre...Tudo que é verdadeiro, é pra sempre.
    Porém, o pra sempre não tem que acontecer o tempo todo, entende?
    Sei lá, é complicado.

    Beiiijo, flor.

    ResponderExcluir

Puxe a cadeira e sirva-se de um chá.