crônicas e contos

; Borboleteαndo

16:36


“Lembranças. Sonhos. Risos. Decepções. Saudades. Utopias. Palavras. Sabores. Abraços. Cheiros. Pessoas. Caminhos. Passos. Estrelas. Pores-do-Sol. Cores. Músicas. Flores. Frases literárias. Emoções. Lugares. Objetos. Números. Datas. Ocasiões. Momentos. Brinquedos. Arco-Íris. Bilhetes. Cartas. Filmes. Estradas. Sorrisos. Cócegas. Tardes. Telefonemas. Promessas. Presentes. Beijos. Sussurros. Amor.”. Ela guardava tudo aquilo numa velha caixa vermelha, fechada com um grande laço cor-de-rosa. Estava perdida, é verdade. Havia encontrado a caixa no fundo do armário – mal se lembrava que ela existia. E ao revirar as memórias que a caixa guardava, sentia como se estivesse vivendo tudo aquilo novamente: as mesmas sensações e idéias apareciam como mágica. Lembrete e números de telefone a faziam sorrir como há anos não sorria, como se esquecesse o que era ou como se conjugava aquele verbo. Agora sorria, um sorriso nostálgico, mas um sorriso... Algo como alívio e arrependimento, como quando se vê o sol se pondo e se lembra das atividades adiadas. A verdade é que por mais que se ela quisesse esquecer, aquele conjunto de bugigangas da caixa iriam abandoná-la. Mas ela, teimosa e controladora, preferia tentar, preferia descobrir novos horizontes, preferia arriscar suas últimas horas de vida no desconhecido. Saiu do casulo. Bateu asas... E voou sem ao menos saber seu destino. Sem nem dar o último adeus.
(Escrito por mim em 23 de setembro,
numa dessas idas e vindas da vida)
E um ótimo 2oo9 para todos, Com muita luz, felicidade e sorrisos.

10 comentários

  1. muito bom.

    ;)

    nem precisa dizer adeus.
    a gente sabe de certas coisas ;)

    ResponderExcluir
  2. Fraaaaan.
    Deixa a caixa de lado.
    Viva ...Viva muito..Viva de qualquer forma...de TODAS as formas...Viva tanto que mais cedo ou mis tarde a caixa vai vir a tona e muito mais cheia e muito mais feliz..
    Ai você vai pareceber que essa caixa é tudo que completa o seu SER.É tudo que faz você ser quem você será.;)

    te amo!
    ; )

    ResponderExcluir
  3. Fraaaaan.
    Deixa a caixa de lado.[2]
    :)

    issoo mesmoo
    vc não pode parar sua vida

    e pode conta cmg sempre neguinhaa
    hihi

    ;*
    amoo

    ResponderExcluir
  4. Francy, achei seu texto muito lindo e meigo, de uma sensibilidade incrível. Adorei a forma como falou da transitividade da vida, de uma forma que é corriqueira a todos.

    Adorei o texto, parabéns.

    Vim também te agradecer a visita no meu blog.

    Um grande abraço,
    Átila Siqueira.

    ResponderExcluir
  5. que venham novas caixas e novos sorrisos, querida :o)

    feliz ano novo

    beijos

    MM.

    ResponderExcluir
  6. adorei! eu ainda vou fazer uma caixa assim :x vamos enterrar o passado :)

    beijos :*

    ResponderExcluir
  7. Fraan, deixa a caixa de lado [3]

    meu amor, que texto liiindo.
    sério, eu adorei, cada dia escrevendo melhor.
    own, eu te amo muito.
    e estou viajando no meio da estrada haha (:

    ResponderExcluir
  8. Nossa. Que texto perfeito Adorei. *-*

    Coloquei seu nomezinho na lista do Prêmio Dardos (vide meu último post). Espero que goste. :)

    Beijos e uma ótima semana!
    Sah.

    ResponderExcluir
  9. Floooor teu nome tb ta na minha lista do prêmio dardooos!

    ResponderExcluir
  10. Nossa, que texto lindo. Você escreve muito bem *-*
    Parabéns, gostei muito daqui. Voltarei mais vezes :)
    Beijocas :*

    ResponderExcluir

Puxe a cadeira e sirva-se de um chá.